Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, VI Congresso Centro-Oeste de Ciências do Esporte e X Congresso de Educação Física

Tamanho da fonte: 
ESPAÇOS E EQUIPAMENTOS PÚBLICOS DE ESPORTE DE LAZER EM URUAÇU-GO: POLÍTICAS PÚBLICAS E APROPRIAÇÃO
Fernando Henrique Silva Carneiro, Fernanda Martins de Souza Moraes, Leonardo Ferreira Ribeiro Soares

Última alteração: 2014-10-27

Resumo


Este artigo versa sobre equipamentos e espaços públicos de esporte de lazer de Uruaçu-Go, bem como a apropriação deste pela população da cidade. Este tem como objetivo geral, compreender as políticas públicas de esporte de lazer desenvolvidas na cidade de Uruaçu-Go vinculadas aos espaços e equipamentos, bem como a apropriação pela população dos equipamentos e espaços públicos de esporte de lazer existentes na cidade. Como metodologia foi utilizado para coletar dados a aplicação de entrevistas semiestruturadas a gestores de Uruaçu e formulários em espaços e equipamentos público de esporte de lazer em Uruaçu, sendo que utilizou-se análise de conteúdo.

Palavras-chave


Política pública; esporte de lazer; espaço e equipamento público.

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. 3. ed. Lisboa: Edições 70, 2004.
BONALUME, Cláudia Regina. O esporte e o lazer na formulação de uma política pública intersetorial para a juventude: a experiência do PRONASCI. 2010. Dissertação (Mestrado) – Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2010.
BRACHT, Valter. Sociologia crítica do esporte: uma introdução. 4. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2011. (Coleção educação física)
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Senado Federal, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao.htm. Acesso em: 12/10/2011.
CARNEIRO, Fernando Henrique Silva. A política de esporte no Distrito Federal: Centros Olímpicos, “terceiro setor” e focalização. 2013. Dissertação (mestrado) – Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2013.
CASTELLANI FILHO, Lino. O projeto social Esporte e Lazer da Cidade: da elaboração conceitual à sua implementação. In: ______. Gestão pública e política de lazer: a formação de agentes sociais. Campinas: Autores Associados, 2007. p. 1-15.
FLAUSINO, Michelle da Silva; MASCARENHAS, Fernando. O direito ao esporte e lazer: apontamentos críticos à sua mistificação. Licere, Belo Horizonte, v.15, n.2, p. 1-26, jun/2012.
MARCELLINO, Nelson Carvalho et al. Espaços e equipamentos de lazer em região metropolitana: o caso da RMC – Região Metropolitana de Campinas. Curitiba: OPUS, 2007.
MASCARENHAS, Fernando. Entre o ócio e o negócio: teses acerca da anatomia do lazer. Tese de doutorado. Campinas: Faculdade de Educação Física/UNICAMP, 2005.
_______. O lazer como prática da liberdade: uma proposta educativa para a juventude. Goiânia, Ed. UFG: 2004.
_______. Lazer e utopia – limites e possibilidades de ação política. In: SUASSUNA, Dulce Maria F. de A.; AZEVEDO, Aldo Antonio (Orgs.). Política e lazer: interfaces e perspectivas. Brasília: Thesaurus, 2007, pp. 181-210.
PELLEGRIN, Ana de. Os contrastes do ambiente urbano: espaço vazio e espaço de lazer. 1999. Dissertação (mestrado) Universidade de Campinas, Faculdade de Educação Física, 1999.
PEREIRA, Potyara Amazoneida Pereira. Discussões conceituais sobre política social como política pública e direito de cidadania. In: BOSCHETTI, Ivanete et. al. (Orgs.). Política social no capitalismo: tendências contemporâneas. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2009. p. 87-108.
TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.
TUBINO, Manoel José Gomes. Dimensões sociais do esporte. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2011. (Coleção questões da nossa época; v. 25)