Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, VI Congresso Sulbrasileiro de Ciências do Esporte

Tamanho da fonte: 
AGILIDADE E TEMPO DE REAÇÃO EM ESCOLARES PRATICANTES DE ESPORTES COLETIVOS
ricardo drews

Última alteração: 2012-07-31

Resumo


O objetivo do estudo foi verificar a diferença na agilidade, tempo de reação simples (TRS) e de tempo de reação de escolha (TRE) em escolares que praticam as modalidades de futsal e voleibol nas aulas de Educação Física. O grupo de estudos foi composto por 60 indivíduos do gênero masculino, com idade média de 16±0,4 anos divididos em dois grupos conforme a modalidade realizada nas aulas de Educação física. O GA foi formado por alunos da modalidade de futsal (n=32) e o GB por alunos da modalidade de voleibol (n=28), no qual todos os indivíduos analisados possuíam uma prática regular de 2 aulas semanais, com no mínimo 6 meses de prática. Para avaliar as capacidades físico-motoras foram utilizados os protocolos de teste do Shuttle Run ou Corrida do Vai-e-Vem de Johnson & Nelson (1979) para medir a agilidade, e para o TRS e TRE foi utilizado o software de Pereira et al. (2007). Para a análise dos dados fez-se uso da estatística descritiva, com o Teste t para amostras independentes, através do SPSS versão 14.0, com nível de significância de 5%. Os resultados analisados não encontrarão diferença estatisticamente significativa entre os grupos nas variáveis analisadas.

Palavras-chave


Physical Education and Training, Motor Skills, Skills, Reaction Time, Agility;

Texto completo: anais