Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, VI Congresso Sulbrasileiro de Ciências do Esporte

Tamanho da fonte: 
EDUCAÇÃO FÍSICA POR ELA MESMA:reflexões sobre o corpo
Rosana de Jesus, Vanderlea Ana Meller, Leandro BIANCHINI

Última alteração: 2012-08-05

Resumo


Esta pesquisa buscou analisar o corpo na Educação Física como forma de re-significação das práticas corporais, tendo como princípios uma visão social e crítica. Santin (2003) e Merleau-Ponty (1999) foram os autores de base para a reflexão do corpo na ótica fenomenológica. Esta abordagem valoriza o movimento humano como uma forma de expressão, criativa, artística, sensível e lúdica, que aliada as práticas corporais podem estabelecer a consciência corporal onde o movimentar-se passa a ser entendido como uma condição de diálogo entre o homem e o mundo. Foi uma pesquisa de abordagem qualitativa, com princípios da pesquisa-ação. Os dados foram obtidos através de plano de ensino, planos de aula e relatórios de análise de intervenção. A amostra foi composta por alunos entre 14 e 20 anos. Ofertamos oficinas práticas/teóricas em que trabalhamos conteúdos da cultura corporal de movimento. Evidenciamos que a reflexão sobre o corpo se mostra importante tanto no esporte como em outras práticas; o movimento humano “como linguagem” foi carregado de expressão significativa; o lúdico e a sensibilidade são essenciais para as relações sociais e consciência corporal. A experiência demonstrou que é fundamental na Educação Física pensar o corpo como movimento e linguagem na possibilidade de expressão criadora.

Palavras-chave


Educação Física escolar. Corporeidade. Fenomenologia

Texto completo: anais