Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, VI CONGRESSO DE GINÁSTICA PARA TODOS E DANÇA NO CENTRO-OESTE

Tamanho da fonte: 
VIVÊNCIAS GÍMNICAS NA FORMAÇÃO DAS PROFESSORAS DA CRECHE
Michelle GuidiGargantini Presta

Última alteração: 2016-02-22

Resumo


O presente trabalho surgiu da necessidade de ampliar os saberes da área de movimento e resignificar os momentos de formação dentro da escola. Encontra-se na ginástica geral uma possibilidade de trabalho com as crianças de 0 a 3 anos em uma escola de educação infantil, através de vivências práticas e aprofundamento teórico das áreas em questão. E na travessia dessa ponte, professor-processo de aprendizado-aluno, está à coordenação pedagógica, que vai diariamente construindo e oportunizando momentos, firmando parcerias através do diálogo, das vivências corporais, da troca de experiências e dos momentos de reflexão. A formação docente no horário de trabalho com os professores da creche tem priorizado os aspectos culturais que envolvem o universo gímnico e almeja posteriormente a realização de um projeto com os alunos. Como processo avaliativo e reflexivo os professores são estimulados a produzir registros narrativos sobre as vivências, apontando o vivido e os saberes produzidos.

Referências


AYOUB, Eliana. Ginástica Geral e educação física escolar. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2003.

BOGDAN, R; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação. Porto: Porto Editora, 1994.

DIRETRIZES CURRICULARES DE EDUCAÇÃO INFANTIL. Secretaria Municipal de Educação, Esportes, Cultura e Turismo. Monte Mor, São Paulo: SME-EI, 2005-2010.

NUNOMURA, Myrian e TSUKAMOTO, Mariana. Fundamentos das ginásticas. 1ed. Jundiaí, SP: Fontoura, 2009.

Site:http://www.brinquedoteca.com.br/ProdutoDetalhe.aspx?pid=290. Acesso: 29/9/2015.

Texto completo: PDF