Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, XIX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VI Congresso Internacional de Ciências do Esporte

Tamanho da fonte: 
IMPLICAÇÕES DO SUBPROJETO PIBID INTERDISCPLINAR PARA A FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA
JANAINE WELTER, Rosalvo Luis Sawitzki, Jaqueline Welter

Última alteração: 2015-07-01

Resumo


O objetivo deste estudo consiste em analisar as implicações do subprojeto PIBID “Organização do Trabalho Pedagógico do professor de Educação Física e da Pedagogia nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental” para a formação inicial em Educação Física. A metodologia é caracterizada como um estudo de caso. Com base na análise dos questionários, averiguou-se que a proposta interdisciplinar e a experiência foram os motivos que levaram os bolsistas a ingressarem no subprojeto. O trabalho pedagógico no subprojeto é caracterizado por momentos de docência nas escolas, reuniões pedagógicas e grupo de estudo. Os bolsistas, no que se refere à formação inicial, relatam apenas contribuições, não identificando elementos negativos.

Palavras-chave


Educação física; Escola; Educação

Referências


BRACHT, V. A constituição das teorias pedagógicas da Educação Física. Cadernos Cede, ano XIX, n. 48, 1999.


FREITAS, L. C. Crítica da Organização do trabalho pedagógico e da Didática. Campinas, SP: Papirus, 2004.


FRIGOTO, G. A interdisciplinaridade como necessidade e como problema nas ciências sociais. Revista do Centro de Educação e Letras, Foz do Iguaçu, Paraná, v.10, n.1, p.41-62, 2008. Disponível em: http://erevista.unioeste.br/index.php/ideacao/article/view/4143/3188>. Acesso em: 10 nov. 2013.


FRIZZO, G. O trabalho pedagógico como referência para a pesquisa em Educação Física. Pensar a prática, Goiás, v. 11, n. 2, p. 159-167, maio/ago, 2008. Disponível:< http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/viewFile/3535/4097>. Acesso em: 5 nov. 2014.


GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2010.


LIBÂNEO, J.C. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

LÜDKE, M.; ÀNDRE, M. E. D. A. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.


MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7 ed. São Paulo: Atlas, 2010.


RIBAS, J. F. M.; FERREIRA, L. S. Trabalho de professores na escola como práxis pedagógica. Movimento: Porto Alegre, v. 20, n. 01, p. 125-143, jan/mar de 2014. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/40235>. Acesso em: 7 nov. 2014.


SANCHES, J. G. Saberes docentes e formação profissional: o exercício imaturo da docência. Revista Científica da Faminas, v. 3, n. 1, jan-abr de 2007. Disponível em: http://www.faminas.edu.br/upload/downloads/200910151752422295.pdf>. Acesso em: 13 mai. 2014.


SILVA, M. R; PIRES, G. L. Formação Inicial e Capacitação em serviço de professores de Educação Física: duas faces do mesmo desafio. Motrivivência, Ano XVIII, n° 26, p 9-14, junho/2006. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/677/1867>. Acesso em: 27 jun. 2014.


SOUZA, E. F. M. Interdisciplinaridade. Vértices. Rio de Janeiro, ano 5, n. 3, set/dez. 2003. Disponível em: http://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/125>. Acesso em: 7 ago. 2014.


TAFFAREL, C. Z. et al. Formação de Professores de Educação física: estratégia e táticas. Motrivivência, ano xviii, n. 26, p. 89-111 jun./2006. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/681>. Acesso em: 5 out. 2014.


TAFFAREL, C. Do Trabalho em geral ao Trabalho Pedagógico: contribuição ao debate sobre o trabalho pedagógico na educação física. Motrivivência, Ano XXII, n. 35, p. 18-40 Dez./2010. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/21758042.2010v22n35p18/1808>. Acesso em: 5 out. 2014.

Texto completo: PDF