Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, XIX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VI Congresso Internacional de Ciências do Esporte

Tamanho da fonte: 
A PRÁTICA PEDAGÓGICA DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: O CASO DAS ESCOLAS DE PRAIA GRANDE-SP
Silvia Cinelli Quaranta, Maria Amélia do Rosário Santoro Franco, Mauro Betti

Última alteração: 2015-07-01

Resumo


No município de Praia Grande, litoral de São Paulo, o professor de Educação Física ministra aula para crianças de quatro e cinco anos que frequentam a pré-escola desde meados da década de 1990. Considerando as peculiaridades da Educação Física, e a singularidade dos alunos neste nível educacional, cabe perguntar como se dá a prática pedagógica desse especialista na Educação Infantil. Assim, investigar a prática pedagógica desses professores, e conhecer como percebem suas próprias práticas pedagógicas são objetivos desse trabalho. A pesquisa, de natureza qualitativa, contou com a participação de 23 professores de Educação Física que responderam inicialmente a um questionário, e posteriormente foram realizadas duas entrevistas de aprofundamento. “Olhar para a criança” apareceu como uma das preocupações mais citadas pelos professores no momento do planejamento. Porém, os professores também informaram ter grande dificuldade com as questões comportamentais ligadas à disciplina/indisciplina. Concluiu-se que o movimento expressivo das crianças é pouco conhecido pelos professores, sendo confundido muitas vezes com indisciplina, e que a forma de olhar para a criança da pré-escola influencia decisivamente a prática pedagógica do professor de Educação Física.

Palavras-chave


Professor de Educação Física; Educação Infantil; Práticas Pedagógicas.

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2000.
BETTI, M. O que se ensina e o que pode ser ensinado a pedagogização dos conteúdos da educação física: tradição e renovação. In: Educação Física Escolar: dilemas e práticas. Salto para o futuro/ TV Escola MEC. Ano XXI, Boletim 12, set.2011. p. 21-28.
CHARLOT, B. Ensinar a educação física ou ajudar o aluno a aprender a seu corpo-sujeito?. In: JUNIOR, H. S. D; KUHN, R.; RIBEIRO, S. D. D. (Orgs.). Educação Física, esporte e sociedade: temas emergentes. v. 3. São Cristóvão: Editora da UFS, 2009. p.231-246.
FRANCO, M. A. do R. S. Pedagogia e prática docente. São Paulo: Cortez, 2012.
LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.
MATTOS, M. G.; NEIRA, M. G. Educação física infantil: construindo o movimento na escola. 4. ed. São Paulo: Phorte, 2003.
MINAYO, Maria Cecília Souza de. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em Saúde. 9. ed. São Paulo: Editora Hucitec, 2006.
SAYÃO, D. T. Corpo e movimento: notas para problematizar algumas questões relacionadas à educação infantil e à educação física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Campinas, v. 23, n. 2, p. 55-67, jan. 2002.

Texto completo: PDF