Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, XIX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VI Congresso Internacional de Ciências do Esporte

Tamanho da fonte: 
AS DANÇAS BORORO NA CONTEMPORANEIDADE BRASILEIRA
Arthur José Medeiros de Almeida

Última alteração: 2017-06-04

Resumo


As Danças Bororos são práticas corporais envolvidas em um processo de (re)significação na contemporaneidade. O objetivo deste trabalho foi analisar as danças praticadas pelos Bororo e interpretar seus sentidos e significados em diferentes contextos. Para tanto, realizou-se uma investigação composta de revisão bibliográfica e pesquisa de campo. Esta foi desenvolvida na aldeia Meruri, bem como, nos X e XI Jogos dos Povos Indígenas utilizando as técnicas da observação e da entrevista livre. A análise demonstrou que por meio das danças os Bororo construírem sua política de identidade e os distinguirem enquanto grupo étnico.

Palavras-chave


danças; ritual; política.

Referências


ALBISETTI, César; VENTURELLI, Angelo J. Enciclopédia Bororo. v. I. Campo Grande: Museu Regional Dom Bosco, 1962.
ALBISETTI, César; VENTURELLI, Angelo J. Enciclopédia Bororo. v. II. Campo Grande: Museu Regional Dom Bosco, 1969.
ALBISETTI, César; VENTURELLI, Angelo J. Enciclopédia Bororo. v. III. Campo Grande: Museu Regional Dom Bosco, 1976.
ALMEIDA, Rita H. O Diretório dos índios: um projeto de civilização no Brasil do século XVIII. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1997.
BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. São Paulo: Edusp; Porto Alegre: Zouk, 2008.
BRASIL. Ministério da Cultura. Decreto n° 3.551 de 4 de agosto de 2000. Institui o Registro de Bens Culturais de Natureza Imaterial que constituem patrimônio cultural brasileiro, cria o Programa Nacional do Patrimônio Imaterial e dá outras providências.
BRASIL. Censo 2010. Disponível em: . Acessado em 23/01/2015.
CARDOSO DE OLIVEIRA, Roberto. Identidade, etnia e estrutura social. São Paulo: Livraria Pioneira, 1976.
COLBACCHINI, Antônio; ALBISETTI, Cesar. Os Boróros Orientais: Orarimogodogue do Planalto Central de Mato Grosso. São Paulo: Cia Editora Nacional, 1942.
FONSECA, Claudia. Quando cada caso não é um caso: pesquisa etnográfica e educação. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro: ANPEd, n. 10, p. 58-78, janeiro-abril. 1999.
LÉVI-STRAUSS, Claude. Tristes trópicos. Tradução de Jorge Constante Pereira. Lisboa: Edições 70, 1955. (Coleção Perspectiva do Homem)
LÉVI-STRAUSS, Claude. O Pensamento Selvagem. São Paulo: Nacional; Editora da USP, 1970.
LÉVI-STRAUSS, Claude. Seleção de Textos. São Paulo: Abril, 1976. (Os Pensadores: História das grandes idéias do mundo ocidental).
LÉVI-STRAUSS, Claude. Tristes trópicos. Lisboa: Edições 70, 1986.
LÉVI-STRAUSS, Claude. Antropologia estrutural. São Paulo: Cosac Naify, 2008.
MAUSS, Marcel. Sociologia e Antropologia. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.
OCHOA CAMARGO, Gonçalo (Org.) Meruri na visão de um ancião Bororo: memórias de Frederico Coqueiro. Campo Grande: UCDB, 2001.
OCHOA CAMARGO, Gonçalo. Processo evolutivo da pessoa Bororo. Campo Grande: UCDB, 2001b.
OCHOA CAMARGO, Gonçalo. Pequeno dicionário bororo/português. 2. ed. Campo Grande: UCDB, 2005.
OCHOA CAMARGO, Gonçalo. História mítica Bororo. v. 2. Campo Grande: UCDB, 2010.
PEIRANO, Mariza. Análise antropológica de rituais. Série Antropológica. Brasília: ICS-UnB, n. 270, p. 1-29, 2000.
RAMOS, Alcida. Indigenism: ethnic politics in Brazil. Wisconsin: The University of Wisconsin Press, 1998.
SANETO, Juliana Guimarães. Jogos dos povos indígenas e rituais: diálogo entre tradição e modernidade. Vitória: UFES, 2012. 148p. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação do Centro de Educação Física e Desporto, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
SEEGER, Anthony; DA MATTA, Roberto; VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. A Construção da pessoa nas sociedades indígenas brasileiras. In: OLIVEIRA FILHO, J. P. (Org.). Sociedades indígenas e indigenismo no Brasil. 2 ed. São Paulo: Marco Zero; Rio de Janeiro: UFRJ, 2002.
SILVA, Ana Márcia; DAMIANI, Iara Regina. As práticas corporais na contemporaneidade: pressupostos de um campo de pesquisa e intervenção social. In: SILVA, A. M.; DAMIANI, I. R. (orgs). Práticas corporais: gênese de um movimento investigativo em Educação Física. Florianópolis: Nauemblu Ciência & Arte, 2005.
TAMBIAH, Stanley Jeyaraja. Culture, Thought, and Social Action. Cambridge: Harvard University Press, 1985.
TAYLOR, Diana. Hacia una Definicion de Performance. O Percevejo (Estudos da Performance), Rio de Janeiro, ano 11, n.12, p. 17-24, 2003.
TURNER, Victor. O processo ritual: estrutura e anti-estrutura. Petrópolis: Vozes, 1974.
VIERTLER, Renate B. A refeição das almas: uma interpretação etnológica do funeral dos índios Bororo, Mato Grosso. São Paulo: Hucitec; Editora da USP, 1991.

Texto completo: PDF