Sistema Online de Apoio a Congressos do CBCE, XIX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VI Congresso Internacional de Ciências do Esporte

Tamanho da fonte: 
A ESCOLA E A EDUCAÇÃO FÍSICA EM SEUS ESPAÇOS FORMATIVOS E DE NARRATIVAS: A PIPA E SEUS SABERES CHEIOS DE SABORES
Leandro Gouveia Almeida, Ana Beatriz Correia de Oliveira Tavares

Última alteração: 2015-07-02

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo compreender alguns traços da cultura lúdica dentro da educação física escolar no Colégio Universitário Geraldo Reis - COLUNI – UFF, com base na atividade/oficina realizada com uma turma do 9° ano do Ensino Fundamental. O referencial teórico metodológico se fundamenta na Socioantropologia do cotidiano de Michel Maffesoli e o Paradigma da Complexidade de Edgar Morin. Os resultados apontaram para revelações de ‘proxemia’ e socialização, se constituindo a partir do estar junto, onde relacionados aos jogos e brincadeiras assumiram um sentido lúdico dentro de um espaço de evasão da vida real, permitindo uma interação maior entre alunos e professores e constituindo também um diálogo com mais sentido e significado aos diversos saberes do conhecimento.

Palavras-chave


Saberes; Lúdico; Corpo

Referências


Araújo, A. F. Educação e Imaginário. Da criança mítica às imagens da infância. Maia: PUBLISMAI, 2004
______. Imaginário Educacional: figuras e formas. Niterói: Intertexto, 2009.
Chaves, I. M. B. Pesquisa narrativa: uma forma de provocar imagens da vida de professores. In: Sanches Teixeira, M. C. & Porto, M. R. (org.). Imagens da cultura: um outro olhar. São Paulo: Plêiade, 1999.
______. Paradigma e complexidade: questões relevantes para a educação. In: Sanches Teixeira, M. C. & Porto, M. R. (org.). Formação de professores: a busca da (re)encantamento pela escola. Sobral: Edições UVA, 2000, p.109-127.
Furth, G.M. O mundo secreto dos desenhos: uma abordagem junguiana da cura pela arte. Tradução de Gustavo Gerheim. São Paulo: Paulus, 2004.
Morin, E. Introdução ao pensamento complexo. Lisboa: Instituto Piaget, 1990.
______. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.
______. Antropologia da liberdade. Ética e o Futuro da Cultura. São Paulo: FAPESP e Edu, 1999.
______. Meus Demônios. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.
______. Educar na era planetária: o pensamento complexo como Método de aprendizagem no erro e na incerteza humana. São Paulo: Cortez Editora, 2003.
______. A cabeça bem feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.
Nhary, T. M. C. O que está em jogo no jogo: cultura imagens e simbolismos na formação de professores. Dissertação (Mestrado em Educação). UFF. Niterói: RJ, 2006
______. A cultura lúdica e o corpo imaginal. Tese (Doutorado em Educação), UFF, Niterói: RJ, 2011.
Nóvoa, A. Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1995.
Postic, M. O imaginário na relação pedagógica. Tradução de Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed, 1993.

Texto completo: PDF